GRUPAGENS

                 < V O L T A R

 

 

      A fim de evitar mínimos de cobrança para remessas pequenas, usa-se o agrupamento desses envios numa só expedição e num só meio de transporte.

 

    Por esta forma são os custos rateados pelas diversas pequenas remessas. Esse rateio é proporcional ao peso e cubicagem de cada envio parcial. Usando este sistema estabelecem-se tarifas com tabela de preços.

 

    Essas tabelas serão elaboradas tendo em atenção:

·         Os encargos (directos) de condução ou de movimentação e tracção; são constantes por unidade considerada transportada.

·         Os encargos fixos (indirectos) constantes para a totalidade da grupagem.

 

      A vantagem da grupagem é a que se baseia na Lei do custo decrescente, assim:

 

    Os encargos totais abrangem dois grupos:

·         Constante (indirectos) - corresponde aos encargos independentes da quantidade (peso ou cubicagem) transportada na           grupagem;

·         Variável (directos)  - representados pelo produto deste encargo pelas unidades considerados transportadas.

 

    Este primeiro grupo é inversamente proporcional  à quantidade transportada na grupagem.

 

    Expliquemos graficamente este sistema:

 

    Comecemos pelos custos de produção para uma grupagem de carga geral. Neste caso o produto fabricado é o próprio serviço de transporte.

 

    Inscreveremos no eixo dos xx o preço de custo unitário (por m3, ton. ou 100 kgs.) e no eixo dos yy as quantidades transportadas referidas à unidade escolhida.

 

      yy       

                     a

      Q2

 

      Q

 

      Q1

 


      O                     C1       C         C2                   xx       

 

      C = custo unitário

      Q = quantidades transportadas.

      Área CxQ = Custo total da grupagem.

 

      Como se disse o custo total abrange dois grupos de despesas:

·         Encargos directos representados pelo produto "a*Q" em que "a" ou "OC1" indicará os encargos directos por unidade;

·         Que designaremos por "K" é constante e que corresponde aos encargos independentes da quantidade transportada.

 

Teremos pois que:  CQ = K + a*Q  - custo total da grupagem.

O preço do custo por unidade transportada será:

 

                 K

                        C =                     + a

                             Q

                 donde:   K = (C - a) Q

 

      A cada unidade transportada compete nos encargos directos uma constante "a", e nos indirectos uma verba "C-a", inversamente proporcional à quantidade "Q" transportada.

   

    Aplicação para uma grupagem de carga geral por via marítima

 

              Dados:

1.      Encargo directo - frete "a"=3 contos /m3

2.      Encargos indirectos fixos até 9 m3 - K=9 contos

 

                            

                                        

     

                 K                                                                               9.000

      C =                  + a (custo por m3)             isto é       C =                       + 3.000

                 Q                                                                                   Q

 

              Custo por metro cúbico:

 

                       Para    1    m3       12.000$00

                                 1,5  "           9.000$00

                                 2     "           7.500$00

                                 3     "           6.000$00

                                 4     "           5.250$00

                                 5     "           4.800$00

                                 6     "           4.500$00

                                 7     "           4.300$00

                                 8     "           4.125$00

                                 9     "           4.000$00

 

 

< Í N D I C E                              < A N T E R I O R    S E G U I N T E >